domingo, 12 de agosto de 2007

FOI DADA A LARGADA

A cerimônia de abertura dos Jogos Parapan-Americanos começou pontualmente às 13h, deste domingo, na Arena Olímpica, no Complexo da Cidade dos Esportes, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Mas poucas pessoas estavam presentes no local para acompanhar o início da apresentação, apenas cerca de 200. O evento não foi aberto ao público e apenas convidados do governo puderam assistir à cerimônia de perto. Porém, durante a entrada dos atletas na Arena, mais pessoas começaram a chegar no local. E, só assim, o enorme espeço vazio na parte surperior da instalação foi tomado pelo público.

Cerca de 1.500 pessoas, sem contar autoridades e voluntários, acompanharam a cerimônia da Arena, que tem capacidade para 17 mil. O governador Sérgio Cabral; o prefeito César Maia; o presidente do COB e do CO-Rio, Carlos Arthur Nuzman; a secretária de Ação Social e Direitos Humanos do Estado do Rio, Benedita da Silva, e o marido Antonio Pitanga estavam presentes no local.


O nadador Clodoaldo da Silva, porta-bandeira da delegação, entrou na Arena mostrando estar muito feliz. Atrás dele, a equipe brasileira chegou dançante e muito animada. Os voluntários que empurraram os cadeirantes também mostravam muita empolgação. A música que marca a entrada dos atletas parapan-americanos é "Brasileirinho." A esportista Teresinha, do atletismo, foi a escolhida para fezer o juramento do atleta. Um fato chamou a atenção, entre os atletas, um cão-guia se destacou no meio da delegação.

Clique aqui e confira alguns vídeos com os melhores momentos da cerimônia

2 comentários:

San Tell d'Euskadi disse...

Porto, a medida de afastar o público teria alguma relação com as vaias sofridas pelo presidnete no Maracanã?!

lcportinho disse...

olha sancho, creio que não... para falar a verdade, não sei por que tal medida, que acho negativa, claro!